Investindo no seu ministério

Com 7 anos de idade, despertou em mim a paixão pela dança. E hoje, estou beirando os 18 anos, e continuo com ela na minha vida.
Aos 11 anos de idade, entrei em uma igreja Evangélica, vi o grupo de louvor, e fiquei APAIXONADA por esse ministério. Hoje, eu tenho uma absoluta certeza de que eu quero cantar, louvar o Senhor com a voz que Ele me deu, e estou disposta a lutar muito!
Faço Curso Técnico de Comunicação Visual, ou seja, está mais que provado que amo estar no meio das artes né?

Hoje resolvi falar sobre investimento no ministério.

Quando fazemos escola/faculdade, investimos em livros, cadernos, e materiais; Quando temos uma empresa, investimos em equipamentos cada vez mais avançados para atender e suprir as necessidades dos clientes; Quando temos um evento especial, investimos em roupas e acessórios que nos deixem mais apresentáveis! NADA disso é errado! Mas, por que não, investir no ministério?

Desde o ventre de nossa mãe, o Senhor já nos deu dons maravilhosos. Se para tantas coisas (que passam) investimos tanto, por que não, investir em coisas celestiais? (que durarão para sempre).

Por exemplo, eu gosto muito da dança, e até hoje eu faço aulas para me aperfeiçoar. Sou apaixonada pelo louvor, no ano de 2011 fiz aula de Técnica Vocal com uma professora, e de 2012 até agora eu ainda continuo fazendo aula (com a Fê Virtuozo e o Adriano Nunes).

Foi isso que eu decidi para minha vida. Como o Adriano mesmo disse, aprender a fazer primeira voz, eu já aprendi e podia muito bem parar de fazer aula de técnica. Mas eu quero ir muito mais além, e não é para me aparecer não tá? Eu quero ir mais além, porque quando Jesus resolveu nos salvar, Ele foi MUITO além, Ele deu o seu corpo na cruz do calvário.

Então eu páro e penso: Poxa, o Senhor fez, faz e continuará fazendo tanta coisa por mim, e eu aqui, vou continuar no básico? Claro que não!! Eu quero mais e mais!! Eu vejo o dom da voz, como um presente que Jesus guardou para mim com tanto carinho, que eu quero usar mais para Honra e Glória d’Ele!

O Senhor nos dá o dom, e o Senhor nos capacita para termos esse dom cada vez MAIS moldado para ser MAIS usado!

Ai pode ter gente pensando… “Ai investir, investir, tudo é dinheiro.” Não estou só falando em dinheiro não. Porque não adianta você pagar uma técnica vocal, aula de dança, curso de teologia, se você não viver em constante oração! A nossa função primeiramente é dobrar os joelhos e pedir: “Senhor, eu estou disposta a usar esse dom maravilhoso que o Senhor me deu, e estudar para ele ser mais aperfeiçoado e usado por Ti. Te peço tua unção, a tua capacidade e que tudo o que eu fizer, o Senhor esteja na frente!

Viu? Investir não é somente dinheiro!

  • Começa na oração! (A oração de um justo pode muito em seus efeitos – Tiago 5:16).
  • Ai você vai investindo tempo (que é muito importante). Separe um tempo bom para pesquisar na internet, em livros, enfim, para obter conhecimento científico mesmo. (Sei que nos dias atuais tempo é difícil, mas quando a gente quer de verdade a gente arranja).
  • E então busque aulas! Pesquise! É muito bom você ter uma pessoa abençoada, sábia no assunto (no ministério que você anseia) para te ajudar!

Sem dúvidas eu tenho duas pessoas abençoadas por Deus, que estão me ajudando MUUUUITO! A Fê e o Adriano! Os conheci quando entrei na igreja O Caminho de Deus, eles ministram o louvor. Além de cantarem muuuuuuito, são abençoados, amigos, possuem sempre as palavras certas para mim! Antes de começar a fazer aulas de técnica com eles, eu era muito diferente!! Super travada, envergonhada, tinha vergonha até de soltar a voz acreditem?? ahuhauah E Graças ao bom Deus, a cada aula de técnica eu saio muito mais feliz, realizada e com um gás maior em fazer a obra do Senhor através desse dom lindo!!

Então fica a dica, INVISTAM! (não esqueçam que não estou falando de dinheiro e dinheiro e dinheiro). Invistam tempo, se dediquem. Porque as coisas materiais passam, tudo é vaidade! Mas aquilo que você faz para o Senhor permanece para SEMPRE!

E não se esqueçam: Não façam nada para se aparecer. Por exemplo: “Vou fazer aula de dança para dançar melhor que a fulana”. Deus não precisa de pessoas assim, Deus não se agrada dessas atitudes. Deus usa TODOS aqueles que o buscam, e não aqueles que só querem se aparecer. Seja humilde! Porque “qualquer que a si mesmo se exaltar será humilhado, e aquele que a si mesmo se humilhar será exaltado.” (Lucas 14:11)

Enfim, foi uma palavra, um conselho simples, mas que se começarmos a fazer realmente isso, seremos MUITO mais usados, e MUITO mais abençoados. Invista invista e invista! Você verá que se dedicar mais ao Senhor, é muito mais prazeroso, e o quanto Ele se agrada disso!

Fiquem na paz, e no amor de Jesus!

Karen D. Ghedin
karenghedin@hotmail.com

Como saber o chamado de Deus para minha vida

Chamado é algo muito importante na vida de um crente. Desde o ventre da nossa mãe, Deus já colocou um chamado na nossa vida, e basta a nós, descobrirmos.

Como diz o pastor Lucinho Barreto: “que bom se todos fossem preocupados com o chamado que Deus tem para cada um!”

Graças à Deus, desde os 7 anos de idade o Senhor me mostrou o ministério que Ele deu para mim, mas confesso que foi com 11 que “comecei” a entender, e com uns 15 anos, comecei a ter a certeza. (Hoje eu tenho absoluta certeza hehe)

Mas para quem ainda não sabe seu chamado seu ministério, e tem vontade de saber (Glória a Deus pela sua vida), esse post vai te dar boas dicas para você se descobrir.

Nunca se esqueça que antes mesmo de nascermos, o Senhor nos deu uma missão: Anunciar o Evangelho à toda criatura. Mas Ele colocou em cada um, uma forma diferente de ensinar esse Evangelho tão lindo e maravilhoso! Alguns é por meio da pregação, outros da ministração do louvor, da dança, de obras sociais. Enfim, existe um leque de possibilidades, e espero que as três dicas abaixo, que eu vi em uma ministração do Lucinho e achei tooop, ajudem cada um de vocês a se descobrir.

 

  • 1ª dica: Buscar à Deus

“E, servindo eles ao Senhor, e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado. / Então, jejuando e orando, e pondo sobre eles as mãos, os despediram.” (Atos 13:2-3)

O texto diz que os apóstolos estavam buscando ao Senhor, orando e jejuando.
Quando perguntamos para o Espírito Santo qual o nosso chamado, perguntamos para Ele o rumo que devemos tomar, e isso é muito especial. Você busca à Deus para saber com quem você deve casar, busca à Deus para saber que curso deve fazer… Deus nos responde não é? E vai responder muito mais se você buscar a Deus para saber qual a obra específica que Ele quer que você realize. Porque trazer a obra de Deus para a terra, levar o nome de Jesus para as pessoas é muito vago. É muito vago dizer: “Eu nasci para levar a Glória do Senhor à todos os lugares”. Amém!!! Mas de que forma? É trabalhando com criança, em um programa de TV, escrevendo um livro, pregando num culto, fazendo um esporte para atrair as pessoas a Deus? Se você leva isso a sério comece a buscar e jejuar, assim como os apóstolos, que no meio da busca incessante, o Espírito Santo respondeu.

 

  • 2ª dica: Procure saber quais são os seu melhores dons.

Geralmente sua missão está ligada aos seus dons. Aquilo que Deus já plantou dentro de você, aponta para um chamado que Deus tem para você. Por exemplo, você não tem nada a ver com criança, você não suporta trabalhar com criança, ai você vai trabalhar com elas? Você pode até se envolver uma vez ou outra, mas você não vai fazer disso o seu chamado/ministério.
O pastor Lucinho, por exemplo, gosta de trabalhar com jovens. Isso está dentro dele, ele não tem que levantar de manhã cedo e dizer: “Ai que canseira deixa eu levantar que ainda tenho que atender um adolescente”. Não, trabalhar com jovens está dentro dele.

Quais são os seus dons?

– Você tem o dom de servir? Provavelmente irá trabalhar na área social;
– Você tem o dom de cantar? Se envolva no louvor;
– Você tem o dom de falar? Se envolva na escola bíblica, nas pregações;
– Você tem o dom de escrever? Escreva para a Glória de Deus;

FIQUE ATENTO AOS SEUS DONS!

 

  • 3ª dica: Olhe as suas indignações

Geralmente os nossos chamados estão ligados às nossas indignações também! Por exemplo, o que te deixa indignado?

– Jovens e adolescentes sem Deus: Você fica louco de tristeza quando você vê um Rock in Rio, aquela quantidade de jovens se perdendo, bebendo, se drogando, se prostituindo. Te entristece? Ou seja, se sua indignação é essa, o seu chamado é esse;
– Crianças e mendigos jogados nas ruas: Você se sente quebrado quando os vê neste estado? Seu chamado está ligado à área social;
– Ignorância, ver pessoas que não sabem nada da palavra de Deus: Se sua tristeza é essa, então você vai dar aula na escola bíblica, como um professor de seminário.

QUAL A SUA GRANDE INDIGNAÇÃO?

Espero de coração que esse post tenha ajudo à tirar as dúvidas em relação à chamado. E fica um conselho: NUNCA DESISTA! Eu fiquei dois anos lutando, me preparando, e aperfeiçoando o dom que Deus me deu. Deus nos dá o dom, mas também nos dá a capacidade de moldá-lo e de cada vez melhorá-lo, e hoje eu estou começando a ver os frutos e como Deus me usa e capacita a cada dia, e nunca me arrependo de ter esperado o tempo d’Ele, que é diferente do nosso, é o tempo perfeito! Então, em relação à esse dom que Deus te deu, peça sempre a direção e a capacidade do Senhor, que cada vez mais Ele te use e capacite, e que todos os dias haja um renovo, que você nunca caia na mesmice! SEMPRE VALE À PENA estudar, treinar quando as coisas são para o Senhor.
E você que ainda não sabe seu chamado, ore, jejue incessantemente (como os apóstolos fizeram) e tome posse da sua vitória, porque no meio da oração, o Espírito Santo irá te responder! Eu tomo posse, e você??

Graça e Paz!

Karen D. Ghedin

7 caminhos do deserto que nos leva à Deus (Parte 2)

Lá vai a continuação da pregação desse domingo, 31 de março de 2013.

5º caminho – APRENDEMOS MAIS DE DEUS: O povo do deserto foi tomar água, mas a água era amarga. Com certeza eles pensaram: “Deus só pode estar brincando comigo”. Para aprendermos e conhecermos mais de Deus, vamos precisar passar por experiências, que vão nos parecer que Deus está de “brincadeira” conosco, mas é ALI que Ele quer se mostrar para nós. Deus fez o milagre da água amarga tornar-se uma boa água. E é assim mesmo que Ele quer fazer conosco. As vezes estamos num tempo que deveria ser feliz, mas está suuuper amargo. Querido, ali está Deus querendo mais intimidade conosco. Ele quer transformar a nossa amargura em algo doce. As vezes pensamos que somente nós queremos intimidade com Deus, mas não!! Deus quer ter intimidade conosco. Deixa Ele transformar sua água amarga em água doce, pura e cristalina para você desfrutar.

6º caminho – APRENDEMOS A ORAR E SER DEPENDENTES DE DEUS: Tem gente dependente da internet, dependente emocional e psicologicamente, dependentes de um namoro. Nós temos que ser TOTALMENTE DEPENDENTES DE DEUS! Não podemos depositar a nossa dependência em pastores, presbíteros, homens, pois a salvação é INDIVIDUAL. Quanto mais eu vou a Cristo, mais eu busco d’Ele, menos eu dependo das coisas deste mundo. Muitas coisas ainda não deram certo em nossas vidas, a oração não foi respondida, porque não somos totalmente dependentes de Deus, e estamos esperando no homem. A palavra é clara, “entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e ele tudo fará.” (Salmos 37:5)

7º caminho – APRENDEMOS A CHORAR E CLAMAR: “Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.” (Mateus 5:4). Tem gente que chora de raiva, de drama, para impressionar. Deus quer um choro de arrependimento. O choro que nos leva a perceber que precisamos ser totalmente moldados e dependentes. O choro que gera um clamor. A palavra de Deus declara que “o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.” (Salmos 30:5). Depois do choro de arrependimento vem o clamor, onde declaramos total dependência e reverência ao nosso Deus. Quando nós clamamos, Ele nos responde, e a prova está aqui: “Clama a mim e responderteei” (Jeremias 33:3).

A maior lição que tiramos desta páscoa é que esse deserto que estamos ficará para trás, e entraremos na terra prometida.

Imagem

Amados, espero que tenham gostado dessa maneira de organizar a ministração, através de tópicos! Eu gosto muito quando o pastor faz isso!! E espero realmente que vocês tenham sido abençoados, e não se esqueçam nem por um segundo: Não murmurem nem desistam, se estão no deserto, é uma oportunidade de conhecer mais de Deus e desfrutar de suas bençãos!!

A paz do Senhor amados! Uma semana abençoada e cheia da alegria do Espírito Santo!!

Karen D. Ghedin

7 caminhos do deserto que nos leva à Deus (Parte 1)

Hoje foi um dia muito angustiante para mim. Bateu a ansiedade, a tristeza, e eu me encontrei num deserto profundo. Cheguei no culto, e Deus como sempre faz muuuuito mais do que pensamos e imaginamos!! Os louvores foram tremendos (em outro post falarei sobre a importância do louvor), e a palavra foi aquela pra tocar no coração: deserto!! Deus é maravilhoso não é??

Então, muuuita gente pensa (e eu pensava também), que deserto era lugar para sermos destruídos, perdermos nossas forças… Enfim, um local sem nenhum benefício. Mas hoje aprendi que possui benefícios sim, e o mais importante de todos: O DESERTO NOS LEVA À DEUS! Quer saber como?? Segue abaixo, uma palavra linda, do pastor José Carlos de Oliveira, da igreja O Caminho de Deus, em Criciúma – SC! (contarei em duas partes para não ficar muito cansativo para vocês!)

7 caminhos do deserto que nos leva à Deus

1º caminho – HUMILDADE: É no deserto que nossas máscaras, nosso orgulho, nosso “eu” cai. Ali nós aprendemos a nos humilhar. Temos que aprender que não somos melhores que ninguém, e que somos muito pequenos diante da grandeza do Senhor. A bíblia diz que “os humildes serão exaltados, e os exaltados serão humilhados.” (Ezequiel 21:26)

2º caminho – PROVA: Deus levou os egípcios para o deserto, porque eles enchiam o peito para dizer o quanto eram abençoados em suas terras egípcias. Eles estavam diante de uma prova, para Deus ver realmente se eles O honravam em todas as situações, ou somente quando estava tudo bem. E aconteceu que no deserto eles esqueceram da importância do Senhor. Nós passamos por provas para aprender e entender que se formos humildes e dependentes d’Ele, ele suprirá TODAS as nossas necessidades.

3º caminho – PROVISÃO: Por mais que você seja humilhado e provado no deserto, há um Deus de provisão olhando por você, e não te deixará padecer. Os egípcios estavam se alimentando de pão e água e começaram a reclamar porque não tinha carne. A bíblia fala que de tanta murmuração, Deus deu carne, e era taaaanta carne, que eles chegavam a vomitar. Confia no seu Deus de provisão. Se no momento você está passando a pão e água, não murmure nem reclame, pois “para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu” (Eclesiastes 3:1)

4º caminho – ALIMENTO ESPIRITUAL: “Nem só de pão viverá o homem” (Lucas 4:4). Nós vivemos também através da palavra que sai da boca de Deus. Não adianta nós comermos até dizer chega, termos um trabalho, uma faculdade, um casamento realizado. Se não formos alimentados espiritualmente, se não comermos da palavra do Senhor diariamente, quando as lutas se levantarem não saberemos como agir, e não se esqueça que o inimigo tá ai “para matar, roubar e destruir.” (João 10:10).

Imagem