Para salvar uma vida

Sim, já passou das 3h da madrugada, mas eu realmente não poderia ir dormir sem escrever hoje!

Há quem diz que internet só serve pra besteira. As pessoas só postam coisas ruins e coisas de baixo nível. Concordo em partes, porque nada na vida podemos generalizar. Tem sim uma grande parte das pessoas que postam coisas que não nos edificam em nada, mas graças à Deus, tem se levantado um povo que posta e compartilha coisas boas, e coisas lindas: JESUS!

Essa semana eu vi uma indicação de filme, e era ele: “Para salvar uma vida”. Várias pessoas elogiaram esse filme, e eu fiquei curiosa… Mas fiquei naquela de: outro dia eu vejo. Vim dormir na minha vó, e como de costume, antes de dormir eu sempre vejo um filminho (aproveitando o restinho das férias), e eu tava pensando, em qual do Nicholas Sparks, ou qual comédia romântica eu ia ver. Ai o Espírito Santo falou comigo: “Vê aquele, Para salvar uma vida.” Eu fiquei pensando, pensando… “Será? Mas uma comédia cairia tão bem hoje”, massss quando o Espírito Santo fala, nós TEMOS que obedecer.

O filme fala de um rapaz que tem tudo: família, dinheiro, a namorada mais cobiçada do colégio, é o melhor jogador de basquete do time, e tem uma bolsa pra jogar basquete em uma universidade fora… É, aparentemente ele tem tudo. Essas coisas todas que ele tinha, foram subindo a cabeça, e ele por agora fazer parte do clube dos pop’s do colégio, ele não precisava mais lembrar de seus amigos mais antigos. Foi até Roger, seu amigo de infância cometer um suicídio, que a vida de Jake muda. Ele começa a pensar a quanto tempo ele não falava com o amigo. Aquele amigo que era o rejeitado da escola, por não ser popular, por ser manco (ficou manco quando foi salvar a vida de Jake), e pensava diariamente o que fez Roger cometer o suicídio. A partir dai Jake não teve mais uma vida normal, ficou totalmente atordoado, um pastor apareceu na sua vida, ele começou a ir na igreja. A principio ele pensava que ir na igreja só piorou sua situação, pois ele estava vendo seu mundo desmoronar aos poucos. Ele dizia que quando ele ia nas festas, tomava aquele pórre, a vida dele era melhor. Só que ele não sabia que sua vida estava ruim faz tempo, ele que não conseguia enxergar. O filme vai passando (tem muitos detalhes importantes, mas se eu contar aqui lá vai muitos post’s), sua namorada fica grávida, e ele começa a não saber que rumo tomar. Ele aprende que a oração de um justo pode muito em seus efeitos, e que ele pode conseguir as respostas que ele deseja pra vida dele, orando! Ele se converte, se batiza, e acaba se tornando uma pessoa totalmente diferente da que ele era. Começa a andar com pessoas que não eram “populares”, começa a mostrar seu novo caráter, e acabou atraindo as pessoas pra mais perto de Jesus.

Confesso que chorei do início ao fim desse filme. Esse filme me fez lembrar de uma pregação que ouvi na igreja, e que a muitas semanas ficou no meu coração: QUE AMOR É ESSE?

Que amor é esse? Esse que Jesus tem por nós? É um amor incondicional. É um amor que vai além dos limites, além do que podemos imaginar. Jesus morreu naquela cruz por TODOS. Quanto eu falo todos, eu não falo somente daqueles que estão todo domingo na igreja, mas eu falo também da prostituta, do drogado, do morador de rua, daquelas pessoas que passam por nós, talvez diariamente, e o que a gente sabe fazer, é virar as costas. É aquela pessoa que está mostrando um trabalho na sinaleira, ou está apenas entregando um folhetinho, e a primeira reação nossa é fechar o vidro do carro.

O que essas pessoas tem, que nós não podemos ser humildes para tratá-las bem? Não digo dar esmola, porque sabemos que muitos saem dali para ir direto a uma boca de fumo, porque infelizmente são escravos da droga, da cocaína, do crack. Mas estou falando em comprar um lanche pra essa pessoa, dividir a palavra de Deus com essa pessoa, dar roupas novas e limpas e aproveitar pra falar do amor de Jesus? Elas não tem NADA de diferente de nós, NADA! Jesus morreu por TODOS OS PECADORES naquela cruz. Nós não somos os perfeitinhos não. Nós somos cheios de erros, assim como essas pessoas que estão por ai e nós nem nos damos o desfrute de falar com elas.

Elas estão precisando de uma palavra de amor, uma palavra de conforto. Sabe aquela cadeira que fica vazia perto de você no culto? Você já parou pra pensar que se VOCÊ, se NÓS, nos interessarmos em levar o Evangelho a toda criatura, aquela cadeira nos próximos cultos poderá estar ocupada?

Nós temos que parar de comodismo. Muitas vezes queremos falar de Jesus só pra quem já conhece Jesus, e esquecemos que tem pessoas que tem sede d’Ele, e precisam ouvir a palavra d’Ele que conforta! Precisamos aumentar nossos horizontes, parar de querer andar só no plano, só no plano… Temos que subir os montes. Andar não precisa de esforço, por isso nós preferimos! Agora subir? Subir precisa de força, de coragem, o que está faltando em muitos de nós.

Nós podemos fazer MUITO por tantas pessoas. E não precisamos ir em lugares muito longe não sabia? Deus levanta missionários para ir pro Paraguai, pro Peru, pra África, para tantos países, e nós que estamos aqui, podemos fazer MUITO também. Podemos fazer MUITO falando com aquele amigo do colégio ou da faculdade, que é “o excluído” da turma. Falar com o nosso colega de trabalho que chega todo dia estressado porque seu casamento está destruído. Podemos falar com aquela pessoa que está enferma num leito de hospital, desenganada da vida, e com aqueles idosos que vivem em casas de repouso, se sentindo abandonados.

Precisamos mostrar para as pessoas que JESUS está com elas, e que com Ele elas não sentirão falta de nada! 

Está na hora de sairmos do comodismo, de quebrar barreiras, ampliar horizontes, fazermos coisas que nunca fizemos antes. Ou vamos esperar tragédias acontecerem, para depois dizer “e se eu tivesse feito diferente…” Vamos aproveitar enquanto é tempo!! Ainda há tempo para apresentarmos às pessoas, aqu’Ele que é o autor da nossa vida: Jesus Cristo! Precisamos despertar!!

“Por isso diz: Desperta, tu que dormes.” (Efésios 5:14)

Espero que vocês tenham sido abençoados com esse post! E não esquecendo: tire um tempinho para assistir o filme “Para salvar uma vida”. Vocês verão que quando eu falo que fui profundamente impactada por esse filme, eu não estou exagerando!

Fiquem na paz e no amor do Senhor que excede todo o entendimento!!

 

4 sinais para que o namoro dê certo

Imagem

Cheirinho de amor no ar… ounnnnnnnn!!! hihihi

Boa noite gente! A paz do Senhor! Bom, quem acompanha o blog, sabe que eu admiro vários ministérios. Quando estou na internet, estou ouvindo músicas, ministrações e pregações. Gosto do Pastor Lucinho, os irmãos Valadão, o Nelson do #EEE, e tantos outros. Hoje eu vim falar de um que nunca falei aqui, o Pastor Chinelato. Ele é muito sábio gente, quem ainda não assistiu os vídeos dele eu aconselho!

Hoje eu estava vendo o twitter dele e vi um vídeo muito bom, que ele estava dando 4 dicas para sabermos se o namoro que estamos iniciando ou vamos iniciar dará certo. Por isso esse clima de love na fotinho de cima! hehe Eu não estou iniciando nem vou iniciar agora um relacionamento uhaahuahua massss fica a dica pra quem vai, eu adorei!!

4 sinais para que o namoro dê certo:

Muitas pessoas se perdem em um namoro, em um casamento, porque são egocêntricos. Eles imaginam que o casamento é para o próprio ser feliz. Quando as pessoas casam para serem felizes nunca dá certo, quando você casa para fazer o outro feliz, vocês dois serão felizes. As pessoas imaginam que alguém precisa o fazer feliz por suas qualidades, pela sua postura. Não é dessa maneira. Nós somos carentes daquilo que não estregamos, precisamos entregar para receber.
“Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?” (Amós 3:3)
Há uma interrogação no final, e significa que se você não estiver vivendo de acordo, é impossível algo fluir, algo florescer, algo dar certo.

Sinais que seu namoro dará certo:
1º sinal: Seu par admira você, o seu conteúdo, por aquilo que você é, e não por aquilo que você tem, por seu corpo, por suas curvas.
As pessoas buscam incessantemente a felicidade e a grande maioria são infelizes, porque a felicidade, o amor, essas coisas não tem como filosofar. Alguém filosofou que “não existe um caminho para a felicidade, porque a felicidade é o caminho.” Existe um caminho para a felicidade sim: Jesus. O poeta diz que “o amor é enquanto dure”, outra tolice, pois quando existe um amor entre duas pessoas, é para sempre.
Quando casamos, temos que ter Deus por base, e o amor também. Aqueles que casam ou começam a namorar baseados no sexo, terão uma grande decepção, porque o tempo é implacável.
Quando olhamos uma foto nossa antiga, nós vemos que hoje somos completamente diferentes, todos nós passamos por um processo degenerativo, mas esse processo, que nos deixa mais velhos, não rouba a nossa felicidade, porque o amor vai se completando. Uma pessoa que está à 39 anos anos casada, pode ter uma relação íntima plena melhor do que quando ela iniciou seu casamento.

2º sinal: O seu par não concorda com tudo o que você pensa e/ou faz.
O namoro é um processo de crescimento.
Um casal de namorados começa a namorar e se isolam da sociedade, em uma festa ficam juntinhos e não conversam com ninguém. Isso é doentio, eles perderam o elo do crescimento e desenvolvimento.
Outros começam a namorar e não dão espaço um para o outro. É de manhã, à tarde e a noite telefonando, acaba sufocando o par, sufocando o espaço do outro. É preciso que cada um tenha o seu espaço e que o casal tenha essa afinidade de entendimento.

3º sinal: O seu par fala o que você precisa ouvir, e não somente o que você quer ouvir.
Ele não vive se justificando, justificativa é coisa de hipócrita, justificativa é da alma e não do espírito.
A pessoa que vai dar certo, ela errou, confessa; pede perdão, mas também se perdoa.
Você não vai encontrar uma pessoa perfeita para amar, nem nós somos perfeitos. Mas podemos ser verdadeiros.

4º sinal: O seu par respeita seus princípios mesmo que não concorde com todos.
Quando seu princípio é quebrado, atinge a sua raiz, e então vocês caem juntos.

Como prólogo dessa breve mensagem, antes do seu namoro evoluir ou se você está pensando em casar, não cometa o erro de casar sem conhecer a família do seu par. Preste bem atenção nesta grande decisão, como seu par trata a mãe, o pai, os irmãos e as irmãs. O mesmo tratamento ele dará pra você.
Preste atenção no ambiente familiar, vai ser o ambiente da sua casa.

Acredite, tudo que começa errado, dá errado. Escolha iniciar seu relacionamento de maneira santa, e lá no futuro, você erá que valeu à pena esperar o tempo certo para todas as coisas, e verá que foi a melhor decisão que você poderia tomar.

Quando eu for casada e ter meus filhos, e meu lar abençoado, eu quero olhar pra trás e ver um passado puro, onde eu esperei o tempo certo e verei os frutos claramente na minha vida! Agradar ao Senhor SEMPRE VALE À PENA! Deus é mais gente!! Como sou apaixonada por esse Deus tão lindo, que mesmo sem merecer, ele me ama!

Fiquem na paz e debaixo da Graça do Senhor!

Karen Denoni Ghedin